6 passeios favoritos e clássicos em Buenos Aires

Meu top 6 passeios favoritos e clássicos em Buenos Aires são pontos turísticos básicos, tem no roteiro de todo mundo que vai pra lá. O que eu quero dizer com esta lista é que se eu tivesse feito somente essa 6 coisas, a viagem já teria valido a pena pra mim. Se você tem pouquíssimo tempo por lá, confira:

1 – Casa rosada

É a sede da presidência da republica, onde também tem o Museu da Casa do Governo, com acervo relacionado aos presidentes do país.

Casa Rosada

A medida que escurece, o rosa vai se tornando mais evidente

 

2 – Caminito

Cheio de casinhas coloridas. É um programa tipicamente turístico-comercial no bairro de La Boca. Não se aventure muito fora da região mais movimentada afinal se trata de um bairro periférico.

3 – Jardín Japones

Situado em Palermo com aspecto tipicamente de um parque japonês a fim de difundir a cultura japonesa, dize que é o maior jardim japonês fora do Japão.
Sem título

4 – Floralis Generica

Se trata de uma escultura em metal, no bairro de Recoleta. Localizada no centro da Praça das Nações Unidas envolta por um espelho d’água e por caminhos que oferecerem diferentes perspectivas do monumento. Ela abre e fecha de acordo com a passagem das horas.

Floralis Generica

5 – Puerto Madero

É um bairro nobre de Buenos Aires, um dos mais modernos, se trata de um polo financeiro e gastronômico da cidade. É bem agradável para caminhar despretensiosamente.

Ponte de la mujer

Neste bairro se localiza a famosa ponte de la mujer

6 – Centro

Eu particularmente adoro flanar pelo centro de Buenos Aires e descobrir lojinhas interessantes, restaurantes e outros comércios locais. Passar pela tumultuada e famosa Calle Florida, ir nas Galerías Pacífico. Esse é um passeio que eu gosto de terminar lá na casa Rosada. Caminho pelo centro em direção a ela.

Obelisco

Praça em que se situa o Obelisco

 

O melhor jeito de fazer esse passeio ao meu ver é iniciando de manhã em Palermo com Jardín Japonés e arredores, seguindo para Floralis Genérica e arredores, de lá para o Centro, passando pelo Obelisco, Calle Florida e Galerías Pacífico (que inclusive abriga o Centro Cultural Borges, onde assisti a um famoso show de Tango, bom, bonito e barato), continuar em direção a casa Rosada e terminar com a tarde pelos diques de Puerto Madero.

Apesar de não estar na minha lista de passeio favorito, entre a Floralis Genérica e o centro é possível incluir uma visita ao cemitério de Recoleta e seus túmulos de luxo, um dos cemitérios mais visitados do mundo.

O Caminito fica um pouco fora de mão, deixe para o dia seguinte, se tiver. Aproveite e vê se consegue dar um role pela tradicionalíssima Feira de San Telmo e se for do agrado, visitar o estádio La Bombonera.




Veja também

O melhor alfajor da minha vida Alfajor, aquele doce tipicamente argentino, ganhou um novo sabor pra mim: comi o melhor alfajor da minha vida. Vem que eu explico! Então gente, a p...
Buenos Aires parte II: Coisas para não se fazer Como vocês podem ver, na viagem a Buenos Aires não teve muita sofrência. É porque era - não sei se continua sendo - uma viagem muito barata para nós b...
Buenos Aires e meu espanhol “Shakira, Shakir... Buenos Aires foi minha primeira viagem internacional. Fiquei 5 dias, achei bom e suficiente. A recomendação padrão de hospedagem é no bairro Recoleta ...