Como engordei 10 kg em 1 viagem a Europa

Neste post vou explicar a vocês como engordei 10 kg em 1 viagem a Europa. Ok, admito, 10 quilos é um baita exagero e boa parte da lista você encontra também nas metrópoles do Brasil, graças a globalização. Porém, sou uma menina do interior, diversas dessas gordíces não chegam na minha cidade. Vamos pro que interessa, trago pra você as delícias que me fizeram muito feliz por lá e contribuíram para minhas gordurinhas localizadas. :

1 – Donut

Gente, eu nunca tinha comido um donut de verdade antes de ir a Europa. E foi uma das primeiras coisas que comi em Paris. Logo no primeiro dia, eu tava saindo para turistar, ele me chamou atenção na vitrine de uma loja no metrô. Não pensei duas vezes.

donut
Comendo meu donut num banquinho entre o Grand Palais e o Petit Palais

E daí em diante todos os donuts que eu vi, eu comi. Seja coberto de chocolate, de açucar, de granulado…

2 – Padarias francesas

Gente, padaria francesa é uma coisa pra você passar longe. Se você avistar uma no seu caminho, atravesse a rua. Se não der pra atravessar, passe sem encarar. Se você encarar muito vai querer comprar tudo.

torta de limão
Eu que nem de tortinha de limão gosto, não resisti a essa

3 – Waffle

Se waffles aqui no Brasil é uma parada super gourmetizada que você só come em bistrôs ou restaurantes de padrão mais elevado a preços de várias pequenas fortunas, lá é como se fosse pipoca: Qualquer “tio” na rua vende. É sério, é cheio de carrinhos de ambulantes que vendem waffles em todo lugar

waffles
E ainda vem com cobertura, tá?

4 – Panquecas

Panqueca era uma coisa que eu achei que já tinha comido no Brasil, até eu comer panqueca na Europa. Descobri que nunca tinha comido uma panqueca de verdade na vida.

panqueca
Massa fininha que derrete na boca. E não, não é enjoativo.

5 – Macarons

Aí chegou a parte mais decepcionante, gente. Eu comi alguns macarons do que dizem ser um dos melhores lugares pra isso em Paris (o do Pierre Hermé) e sinceramente, no Plaza Shopping de Niterói tinha uma loja de Macarons que eu achava melhor, a massa derretia na boca.

É gostoso, mas eu esperava que superasse os que eu já conhecia daqui do Brasil, não rolou. A qualidade dos macarons varia muito de lugar pra lugar, padaria pra padaria, você só vai saber os bons se comer todos que encontrar no caminho

macaron
Esses foram caros demais pro minha pão durice, mas valeu a pena.

Os da Laudurée ficam pra próxima.

6 – Ben & Jerry

Gente, até eu ir pra Europa eu só conhecia os sorvetes da Ben&Jerry por filme. Na minha cidade eles não chegam. Quando eu encontrei na geladeira do supermercado quase comprei todos pra experimentar. Finalmente nos encontramos.

ben and jerry
#loucaPorSorvete

7 – Sorveteria Häagen-Dazs

Por falar em sorvete, um belo dia, eu comprei um potinho pequeno do Häagen de doce de leite, foi amor a primeira colherada. Eu só tinha visto sorveteria Häagen uma vez (na região nobre de SP) e não consegui tomar porque a loja estava fechando 🙁 Até que tchãrã me deparo com uma em Paris. Não teve frio certo que me impedisse de tomar

haagen dazs

8 – As maquininhas de junk food

Gente, máquina de você botar dinheiro e pegar uma besteirinha não é nenhuma novidade pra mim. A novidade é que em Paris elas estavam me perseguindo. Elas estavam em todo lugar. Toda vez que via uma, comprava alguma coisa

lays
Aparentemente Lays é a batata mais popular de lá

9 – Magnum

Ainda na vibe do sorvete (vocês já devem ter percebido que eu amo). Eu sou louca pelo picolé Magnum. Aqui no onde moro ele custa os olhos da cara e a variedade de sabores por aqui parece bem limitada, o que me deixou chocada quando vi esta geladeira

magnum
Simplesmente não dá pra escolher qual comprar

10 – Steak com batata frita

Não sei exatamente o porque eu não esperava que a carne na Europa fosse boa, mas para minha surpresa é sim e muito.

lunch time
Bife muito macio acebolado ao molho de cogumelos com salada e fritas

Parece ruim pra você?

11 – Mais sorvete

Ignorei completamente o frio e além dos sorvetes que já mostrei lá em cima, ainda tem os de casquinha. Ressalto ainda que um dos sorvetes de casquinha mais gostosos que já tomei na vida foi no Parque das Tulipas. Esse foi em Amsterdã. Vinha com um oreo em cima. Não sei porque o oreo de lá parece mais gostoso do que o daqui. Eu trouxe pra minha afilhada e ela disse “nossa, esse oreo é muito bom, o que fabrica aqui não é nada mais que um genérico do negresco”.

sorvete de casquinha
Tente ignorar as gostosuras da vitrine no fundo da foto

12 – A comida de rua do centro de Amsterdã

Era uma coisa louca, eu olhava na vitrine e falava “nossa, isso parece gostoso, vou comprar”. Não fazia menor idéia do que estava comendo. Eu apenas apontava o que queria e pagava (apesar de que lá fala-se inglês muito bem).

gororoba
Não faço idéia do que seja isso, é um negócio meio churros, meio pão doce com cobertura, mas é divino.

Isso porque não fotografei o Falafael, os cones de batata frita com molho, etc… Centro de Amsterdã é o que eu carinhosamente chamo de “lugar das gororobas gostosas”.

13 – Queijos

Gente, os queijos de Amsterdã, que coisa louca! Pra alguém amante como eu é perdição. Visitei o museu do queijo, comi muitas amostras e tive a cara de pau de sair sem comprar nenhum.

queijos
Não foi pão durice é porque não consegui escolher

Mas caso queira comprar, eles são embalados a vácuo para que possa viajar no avião com você sem nenhuma vigilância te mandar tacar fora.

14 – Os refrigerantes de sabor alternativo

Refrigerante não é algo que faça parte da minha vida. Só tomo refrigerante mesmo quando estou num local que não tem mais nada para se tomar. Nem consigo tomar uma lata inteira sozinha. Mas em Amsterdã tive que abrir várias exceções.
Primeiro porque reencontrei minha fanta favorita. Gente, quase chorei.

fanta morango
Eu amava a fanta morango, era a minha favorita até que sumiu e eu só fui tomar de novo em Amsterdã

Segundo porque tinha esses sabores exóticos de fanta. Literalmente.

fantas
Essa da lata verde: exotic. Muito gostosa, mas não faço ideia do que leva nela.

Sério se alguém souber do que ela é feita, me informa. A de limão parece Sprite, mas é ligeiramente diferente num sentido que eu não sei descrever ou explicar muito bem, tem que tomar.

E finalmente a coca-cola de cereja e de baunilha. Gostei. Não achei enjoativo não.

cocas cola

E tudo isso, acredite se quiser, gastando menos de 50 euros/dia. Vocês perceberam que a maioria das fotos são de comidas que já levaram a primeira mordida né? Desculpa, não consigo me conter. Sempre como primeiro e só tiro a foto depois. E perdoem a péssima qualidade das fotos que não fazem jus as gostosuras, celular de blogueira pobre é assim mesmo haha beijos, até a próxima pessoal.




Veja também

Sofrências de um Cruzeiro Cruzeiro pode soar em alguns ouvidos como um paraíso tropical, como a viagem dos sonhos. Não foi bem assim. Foi a viagem mais cansativa que fiz na vid...
Palácio de Versalhes O palácio de Versalhes um dos maiores e mais imponentes do mundo, é um tem-que-ir da França. De antiga casa de caça do rei Luis XIII passou a ser resi...
Porque me arrependi de subir a TORRE EIFFEL O motivo porque me arrependi de subir a Torre Eiffel é muito simples: achei o custo benefício desse passeio duvidoso. Talvez dizer que tenha me arrepe...