O pior vôo: Recife – Rio via Hércules

Seguindo a sequência da série de piores experiências, onde eu já falei da pior viagem, do pior hotel, hoje vou contar minha pior vôo. Quando eu era pré-adolescente, morei em Recife por 2 anos, aí eu voltava pro RJ para passar as férias. Numa dessas eu voei de hércules.

avião hércules
Não tem uma cara muito simpática né? E por dentro é menos ainda.

Eu não sabia se hércules é avião de caça, de carga, do que que ele é. Sobre o hércules só tinha 1 certeza: Não foi feito pra transportar seres humanos! Tudo naquele avião parecia improvisado! O hércules é típicamente um avião de carga que também é capaz de transportar tropas

Uma foto que peguei na internet de como é o hércules por dentro
hercules interior
By Lars Wahlstrom – http://www.airliners.net/photo/Sweden—Air/Lockheed-Tp84-Hercules/0291423/L/, GFDL 1.2, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=17231216

Cara as pessoas viagem em fileras imensas, uma ao lado das outras. O avião tinha 3 fileiras gigantescas. Eu viajei de frente pro meu pai. E os assentos pareciam redes sabe, parecia que alguém tinha pendurado aquela parada ali.

Galera, eu passei mal pra cara***. Eu não tava conseguindo ficar sentada, me bateu uma super moleza e eu não tinha onde me encostar, meu pai percebeu que tinha algo errado comigo quando eu disse que tava com muito frio, sendo que tava geral suando de calor.

Tinha um menininho com os pais sentado próximo de mim, sei que o menino se chegou mais pra junto deles e eu deitei ali e dormir. Aí acordei e falei:
– Pai eu to enjoada, acho que vou vomitar

Caraca! Alerta vermelho! O avião nem tinha banheiro! Eles foram MONTAR um banheiro pra mim. O banheiro que montaram pra mim era tipo assim: um LATÃO que eles abriram lá, puxaram uma cortinha e pronto, aquilo era o banheiro. Só que eu estava passando mal, você acha que deu tempo deles terminarem de montar? Não! Mas foi quase, já tinham aberto o latão, vomitei quando tava chegando até ele. Que beleza, o voo já era super agradável e a galera ainda teve que concluí-lo sentindo o cheirinho do meu vômito. Eu não lembro bem, mas acho que ainda inutilizei o tal do vaso sanitário, porque não consegui mirar dentro, não deu tempo.

Alguma alma caridosa lá me deu umas balinhas, eu chupei uma, voltei a dormir segurando as outras. Sabe quando você tem a sensação que tá caindo? Então eu tive e taquei as balas tudo pro alto, acertei vários militares. Racha cara. Tenso.

Viajar em voos não comerciais é legal porque não tem aeromoças para manter a galera na linha. Eu viajava sem cinto, tanto que uma vez passei por uma zona de turbulência tensa, o avião de um super trepido e eu bati de cabeça no bagageiro kkk Todo mundo no voo preocupado, rezando e eu lá “urrul, quero de novo, manda mais”. Nenhuma noção de perigo. Isso quando não tava correndo brincando pelo avião.

Enfim essa foi minha viagem agradabilíssima de hércules. Toda vez que fico meio bolada diante de um avião ou de um teco-teco, penso “bom, já voei de hércules né” para me dar coragem. E você? Quais são suas aventuras aéreas?

Veja também

Dissabores em Santiago Eu gostei de absolutamente tudo no Chile, exceto Santiago. Dentre as poucas capitais da América do Sul que conheço definitivamente foi a que eu gostei...
Sofrências de um Cruzeiro Cruzeiro pode soar em alguns ouvidos como um paraíso tropical, como a viagem dos sonhos. Não foi bem assim. Foi a viagem mais cansativa que fiz na vid...
O pior hotel da vida: Curitiba Curitiba, a capital mais fria (e talvez a mais organizada) do Brasil. Seu sistema de ônibus biarticulados super eficiente é de dar inveja a qualquer c...