Roteiro de Pit Stop em Verona – o que fazer

No caminho de Milão para Veneza é possível desembarcar do trem, deixar as bagagens na estação e ir conhecer a cidade de Verona. Mas o que há para ver em Verona?

Verona é mundialmente famosa essencialmente por ser palco da obra mais famosa de Shakespeare: Romeu e Julieta. Apesar da história ser fictícia, muito foi feito na tentativa de concretizá-la. Construíram a Casa di Giulietta, onde dezenas ou até centenas de pessoas encaram uma baita fila para tirar foto no que seria o Balcão da Julieta. É um local bem cheio. Se não gosta de multidões, pule. Existe também a estátua da Julieta, onde as pessoas passam a mão nos seios dela, acredita-se que traz boa sorte. Nos muros há mensagens coladas com chiclete, bem nojento mesmo, não parei muito por ali.

casa e balcão de julieta

Sente a fila para se sentir a própria Julieta

Esse meu tour começou mesmo foi no belo, bem conservado e gótico Castelo Vecchio. Mais especificamente, nas margens do Rio Ágide junto ao Arco dei Gavi, que proporcionam uma vista muito bonita do Castelo. Aprecie a  lindíssima Ponte Scaligero, se quiser atravessear, há um parque do outro lado.

castelo vecchioCastelo, rio e tudo o mais

De lá, segui para o centro histórico, vi a Arena de Verona, que eu carinhosamente apelidei de Coliseu mirim. Belíssima por sinal e mais conservada que o próprio Coliseu. Passei pela região de Julieta já mencionada e continuei em direção ao coração de Verona Central. Parei na Praça delle Erbe, a principal da cidade, onde existe uma feirinha na qual eu comi a melhor salada de frutas da minha vida. Sentei para comer e apreciar as construções adjacentes, dentre as quais o Palazzo della RagioneArco della Costa (note a costela de uma baleia pendurada) e Torre dei Lamberti.

arena de verona

Seguindo em frente passando pela Piazza dei Signori e sua estátua de Dante Alighieri (autor de A divina comédia), continuando pela via Santa Maria Chiavica, vemos várias arcas que são túmulos bem ornamentados de família importantes em Verona. Pertinho tem a casa do Romeu.

chiesa sant'anastasia

Parei na igreja de Sant’Anastasia, considera uma das mais bonitas de Verona. Segui para a Catedral de Verona. Todas as Catedrais na Itália são lindas. Visite todas possíveis. Continuei para a Ponte Preta, única ponte romana que sobrou, e segui até o Castelo de San Pietro. Tive a impressão que o castelo é mais bonito de longe que de perto, mas a vista da cidade que ele proporciona, compensa. E agora vem a dica que eu não vi em nenhum outro blog porque é nova, primeira mão: existe um funicular. Não precisa subir as dezenas de degraus se não quiser. Ele é tão novo que não consta nos blogs nem nos mapas turísticos ainda. Pena que eu só descobri quando já estava lá em cima.

vista do castelo

Pra encerrar o dia só um gelato em forma de flor da Gelateria Amorino:

Gelateria Amorino

Clique aqui para ver o mapa em outra janela




Veja também

O que fazer em Veneza – Roteiro de 3 dias Veneza foi a cidade que eu mais gostei de ter conhecido em toda essa viagem. É mesmo uma cidade muito especial. Eu estava previamente ciente qu...
Roteiro de 5 dias em Roma – o que fazer Ah Roma... A Cidade Eterna fundada entre 7 colinas, seus encantos são difíceis de descrever. Eu fiquei perdidamente apaixonada por Roma. As ruí...
Roteiro de bate e volta a Siena – o que faze... Partindo de Florença é possível conhecer essa bela cidade cujo aspecto medieval encanta facilmente.  Aqui você encontrará o roteiro que eu fiz passand...